[Infográfico] Livros didáticos de matemática Ensino Fundamental

Infográfico com a análise dos livros didáticos de matemática Ensino fundamental sugeridos pelo Ministério da Educação - MEC para 2014. ( PNLD 2014)

O gráfico ao lado de cada coleção mostra a porcentagem dos diversos conteúdos da matemática escolar, trabalhados em cada livro da coleção.
Esses itens buscam avaliar como se dá o desenvolvimento de cada um desses campos matemáticos.
São assinalados os conteúdos mais bem trabalhados e os menos presentes.

 

infografico_livros_didaticos_matematica

 

Visão Geral das obras

Livro: DESCOBRINDO E APLICANDO A MATEMÁTICA
Autor: Alceu dos Santos Mazzieiro e Paulo Antônio F. Machado
Editora: Dimensão - 1ª Edição 2012

Visão Geral

A obra consiste em extensa sequência de atividades, organizadas por tópicos da matemática escolar. A sistematização dos conteúdos é intercalada ao longo das atividades e muitas vezes é deixada a cargo do docente. Para o auxiliar nessa tarefa, há bons comentários e orientações no Manual do Professor.
Na sua maioria, as contextualizações são relacionadas a práticas sociais. São escassas aquelas que envolvem outras áreas do conhecimento ou a história da Matemática.
Em geometria, particularmente nos dois primeiros volumes, as propriedades são sistematizadas com ênfase em atividades que envolvem a visualização de imagens, o manuseio de materiais concretos e de instrumentos de desenho. Essa escolha é aconselhável, mas demonstrações lógicas, também necessárias, por vezes são insatisfatórias.
Em álgebra, são abordadas, de modo adequado, as várias funções e os diferentes usos das letras e seu papel na formulação de modelos para situações reais

Livro: MATEMÁTICA – BIANCHINI
Autor: Edwaldo Roque Bianchini
Editora: Moderna - 7ª Edição 2011

Visão Geral

A obra destaca-se pela evolução gradual no estudo dos diversos campos da Matemática e pelas contextualizações que são associadas a práticas sociais diversas, à história da Matemática, à própria Matemática e a outras áreas do conhecimento.
Os conteúdos são abordados por meio de explanação da teoria, acompanhada de exemplos e da seção Exercícios Propostos, que traz problemas de aplicação do que foi ensinado. Em geral, essa metodologia não dá muita oportunidade para que o aluno elabore, de modo mais autônomo, o conhecimento a ser adquirido. A despeito disso, são propostas situações em que a capacidade de argumentação do estudante é mobilizada para a justificativa de suas estratégias de resoluções e de suas respostas. Alguns problemas mais instigantes são outras oportunidades para que o aluno exerça sua criatividade.
O Manual do Professor cumpre de modo satisfatório sua função ao trazer boas orientações metodológicas para a atuação em sala de aula e ao contribuir para a formação continuada do docente. Além disso, o Manual apresenta, em linguagem clara, os pressupostos teóricos adotados na obra

Livro: MATEMÁTICA– IDEIAS E DESAFIOS
Autor: Dulce Satiko Onaga e Iracema Mori
Editora: Saraiva Livreiros Editores - 17ª Edição 2012

Visão Geral

Os conteúdos, em geral, são apresentados com base em situações interessantes, embora a sistematização seja conduzida de modo muito rápido.
As atividades propostas são diversificadas e motivadoras, e a interação entre alunos é incentivada. Há boa articulação entre conteúdos dos diferentes campos da Matemática.
Os tópicos matemáticos selecionados incluem todos os que usualmente são estudados nessa fase da escolaridade. Contudo, há excessos tanto na extensão quanto no detalhamento desses tópicos.
Os temas sociais tratados na coleção são pertinentes, no entanto, a problematização deles é pouco solicitada, o que limita seus efeitos para a formação da cidadania.

Livro: MATEMÁTICA – IMENES & LELLIS
Autor: Luiz Márcio Pereira Imenes e Marcelo Cestari Terra Lellis
Editora: Moderna - 2ª Edição 2012

Visão Geral

A coleção destaca-se pelas boas atividades propostas e pela abordagem equilibrada de conceitos, algoritmos e procedimentos. Além disso, as atividades são variadas bem contextualizadas e são pontos de partida para que o aluno desenvolva o uso da linguagem, tanto oral quanto escrita.
Um ponto importante na obra é o incentivo ao emprego da Matemática na resolução de problemas voltados para as práticas sociais. O
estudo de números e operações ganha significado tanto nas articulações com outros campos da matemática escolar quanto pela variedade de tarefas e de estratégias. O uso moderado de regras revela esforço para desmistificar as dificuldades de aprendizagem da álgebra.
O Manual do Professor é bem estruturado e traz orientações adequadas ao desenvolvimento dos conteúdos

Livro: MATEMÁTICA: TEORIA E CONTEXTO
Autor: Marília Ramos Centuríon e José Jakubovic
Editora: Saraiva Livreiros Editores - 1ª Edição 2012

Visão Geral

Na obra, os processos de generalização, de argumentação e de sistematização são trabalhados de forma satisfatória, seja na explanação teórica, seja nos exemplos resolvidos ou nas atividades propostas. Destacam-se as atividades de interação entre alunos e, nos dois primeiros volumes da coleção, os estímulos ao cálculo mental. Contudo, nota-se que há excesso de atividades de fixação dos conteúdos ensinados.
No geral, os campos da matemática escolar recebem um tratamento adequado. Há boas escolhas de tópicos, em especial no campo da geometria, das grandezas e medidas e da estatística e probabilidade. No entanto, a extensão e o detalhamento dos conteúdos estudados na coleção requerem planejamento cuidadoso, para adequação ao tempo escolar.
A coleção apresenta três objetos educacionais digitais, um no 6º ano e dois no 7º, que são complementos úteis ao trabalho pedagógico.

Livro: PRATICANDO MATEMÁTICA Edição renovada
Autor: Miguel Asis Name e Maria José C. de V. Zampirolo
Editora: Editora do Brasil - 3ª Edição 2012

Visão Geral

Um dos destaques dessa coleção são os textos interessantes, vários deles com narrativas históricas. Exercícios e atividades são propostos de forma equilibrada após a apresentação de cada tema; em geral, visam às aplicações e à sistematização de procedimentos ou propriedades. No entanto, as propostas de investigação e de descoberta são pouco presentes na obra.
As ilustrações são de boa qualidade e facilitam a compreensão dos textos.
O desenvolvimento dos conteúdos do campo de números e operações é bastante apropriado. Ao longo dos volumes, todos os conceitos e procedimentos são retomados e ampliados, o que favorece a compreensão e a atribuição de significados pelos alunos.
Na geometria, as atividades exploratórias propostas são adequadas, mas a sistematização dos conceitos nem sempre é bem conduzida.

Livro: PROJETO ARARIBÁ MATEMÁTICA
Autor: Fabio Martins de Leonardo
Editora: Moderna - 3ª Edição 2010

Visão Geral

A obra traz uma boa variedade de atividades e as contextualizações são relacionadas a práticas sociais ou articuladas com temas de outras áreas do conhecimento.
Os conteúdos abordados formam uma lista demasiado extensa de tópicos, muitos deles dispensáveis nessa fase da escolaridade. Em contrapartida, conteúdos relevantes recebem atenção insuficiente, a exemplo das noções básicas do campo de estatística e probabilidade.
A distribuição dos campos da matemática escolar ao longo dos livros também é insatisfatória, pois os números e operações recebem atenção acima da recomendável no livro do 6º ano e a álgebra ocupa um lugar excessivo nos dois últimos volumes. A despeito disso, os conteúdos de geometria são bem distribuídos nos livros da coleção.
O Manual do Professor é um destaque da obra. Em linguagem clara, estabelece os pressupostos teóricos adotados e traz bons subsídios para a atuação do docente em sala de aula e para sua formação continuada.
A coleção contém cinco objetos educacionais digitais ( OED).

Livro: PROJETO TELÁRIS – MATEMÁTICA
Autor: Luiz Roberto Dante
Editora: Atica - 1ª Edição 2012

Visão Geral

A obra destaca-se pela grande diversidade de problemas que contextualizam a Matemática em práticas sociais e que a articulam com outras áreas do conhecimento.
Nos livros, apresentam-se diferentes estratégias, algumas vezes postas lado a lado, o que ajuda a comparação entre elas. De modo adequado, os conceitos são retomados frequentemente com ampliações e aprofundamentos.
A seleção dos conteúdos inclui os tópicos tradicionalmente abordados nessa fase da escolaridade. No entanto, a exaustiva lista desses conteúdos, aliada a seu detalhamento, às vezes excessivo, torna a obra muito extensa.
Na metodologia adotada, o trabalho com os conceitos tem início pela proposição de problemas. No entanto, os conceitos e procedimentos são apresentados sem muitas oportunidades para o aluno tirar conclusões, estabelecer relações e fazer generalizações.
O Manual do Professor é um ponto forte da coleção por sua efetiva contribuição ao docente, tanto para sua formação continuada quanto para sua ação cotidiana em sala de aula

Livro: PROJETO VELEAR – MATEMÁTICA
Autor: Antonio José Lopes
Editora: Scipione - 1ª Edição 2012

Visão Geral

A coleção destaca-se pela abordagem dos conteúdos a partir de problemas e de situações contextualizadas nas práticas sociais e na história da Matemática.
Os textos, geralmente acompanhados de imagens, trazem questionamentos que auxiliam o professor a mediar a discussão em sala de aula e incentivar os alunos a tirar suas próprias conclusões.
O processo de sistematização é realizado por meio da resolução de problemas, com a valorização dos procedimentos de descoberta, invenção, organização e validação.
Ao longo da coleção, os conceitos são retomados e ampliados de maneira adequada e há diferentes articulações entre os campos. Contudo, na distribuição dos campos da matemática escolar, verifica-se excesso de atenção aos números e operações, nos dois primeiros volumes, e ao de álgebra, nos dois últimos.

Livro: VONTADE DE SABER MATEMÁTICA
Autor: Patricia Rosana M. Pataro e Joamir Roberto de Souza
Editora: FTD - 2ª Edição 2012

Visão Geral

A metodologia adotada segue o modelo em que os conteúdos são apresentados por explanação teórica, seguida de exercícios de aplicação.
De modo geral, os conteúdos são retomados e ampliados, com variação de contextos, utilização de diferentes recursos didáticos e de diferentes tipos de linguagem.
No estudo da geometria, merece especial atenção o uso de instrumentos de desenho, de software de geometria dinâmica e de materiais concretos, na exploração de conceitos e de propriedades das figuras geométricas.
Em todos os volumes há sugestões de atividades interessantes com o uso de softwares gratuitos. Além disso, a obra apresenta oito objetos educacionais digitais.

 

Fonte:

Guia de livros didáticos PNLD 2014 - Ensino Fundamental ( Anos finais) - Matemática - MEC

Início » LIVROS » [Infográfico] Livros didáticos de matemática Ensino Fundamental

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *